10 de mar de 2009

Chris Brown terá que pagar US$ 10 milhões se bater em rihanna novamente



O rapper Chris Brown terá que pagar US$ 10 milhões caso bata novamente na namorada, a cantora Rihanna. De acordo com o jornal inglês "The Sun", o cantor teria assinado um acordo em que se compromete a pagar a multa milionária "mesmo que aperte o braço dela da forma errada".
Segundo a publicação, os agentes de Brown estão trabalhando para melhorar a imagem do rapper. Como parte do chamado "Projeto Mea Culpa", Brown e Rihanna devem aparecer em um programa de TV, provavelmente o da apresentadora Oprah Winfrey, para falar do tratamento dele para controlar a raiva. Uma fonte disse ao jornal: - É obviamente uma campanha de relações públicas, mas só vai funcionar se houver genuinamente arrependimento e tratamento para prevenir problemas futuros. É mais um exemplo de tentativa de transformar uma situação ruim em algo bom, em que as pessoas aprendam a mudar seus hábitos. O cantor, de 19 anos, agrediu Rihanna, de 21 anos, há um mês,após uma festa pré-Grammy,na véspera da cerimônia de premiação onde ambos se apresentariam. Na última quinta-feira, Brown foi indicado por agressão e ameaça e pode ser condenado a quatro anos de prisão. Apesar da gravidade da agressão, o casal se reconciliou, contra a vontade dos familiares da cantora. Enquanto isso, o produtor de Rihanna Adonis Shropshire afirma que a cantora está voltando a trabalhar "aos poucos" e está gravando novas músicas. Ele acredita que Rihanna está se recuperando do incidente com a ajuda da música. - Você tem que lembrar que ela ainda é uma garota. Qualquer pessoa no mundo que passa por algo assim tem que encontrar uma forma de sair disso. Acho que o refúgio dela é a música. Claro que vestígios do que aconteceu vão aparecer de vez em quando, mas ela definitivamente está deixando isso para trás. Reencontro e decisão de não prestar queixa Na quinta-feira passada, a imprensa divulgou notas de um detetive detalhando o que aconteceu entre Rihanna e Chris Brown na noite da véspera da cerimônia do Grammy, quando o rapper agrediu a cantora. De acordo com o jornal "Daily Mail", Rihanna teria encontrado uma mensagem de texto de uma mulher no telefone celular do namorado e teria iniciado uma discussão. Irritado, Brown pode ter tentado empurrá-la de seu Lamborghini, e batido a cabeça da cantora contra a janela do banco do carona. O rapper teria esmurrado a namorada enquanto ainda dirigia, até deixá-la com a boca sangrando. Ele teria dito, em seguida: "Vou te bater quando chegarmos em casa". Rihanna teria ligado para sua assistente e deixado uma mensagem: "Estou a caminho de casa. Chame policiais e tenha certeza de que eles estarão lá quando eu chegar". A resposta de Brown teria sido: "Você simplesmente fez a coisa mais estúpida da sua vida. Vou te matar." Três semanas após a briga, o casal se encontrou em Miami Beach no último fim de semana e Rihanna decidiu não prestar queixa contra Chris Brown. De acordo com o jornal britânico "The Sun" nesta quarta-feira, a pop star estaria se recusando a colaborar com as investigações depois de ter renovado o namoro. Uma fonte disse à publicação: - Rihanna diz que não quer testemunhar contra ele. Ela mudou de idéia e não quer o caso avance. Mas os detetives continuam trabalhando no caso com base no depoimento original dela e no relato de testemunhas. Se a promotoria decidir que tem provas suficientes, ela pode prosseguir sem o testemunho de Rihanna. A lei da Califórnia permite que os promotores processem autores de violência doméstica, mesmo se os casais se reconciliarem. De acordo com a mídia americana, a reconciliação do casal teria começado a acontecer depois que Brown telefonou para Rihanna no aniversário dela de 21 anos, no último dia 20 de fevereiro. O cantor também teria enviado vários presentes para a cantora.

0 comentários:

Twitter Facebook

 
Design by Will Designer